BALA, PERDIDA?

Ficção
Formato: 14x21
265 páginas
Mauro Cesar Bruginski Camargo
Escritor de Blumenau – SC
Valor: R$25,00

(...) Ele puxou o capuz ensangüentado e era verdade. Era impossível, mas era verdade. Ele não usava meia na cabeça, não estávamos em público, e o reconheci. Olhei para ele profundamente; meu rosto devia estar deformado, mas ele fixou seus olhos nos meus e, depois de alguns segundos, me reconheceu. Abriu os olhos como se visse um fantasma e deu dois passos para trás com a boca aberta.
Era uma chance, ele me reconhecera.
– Que foi homem? Parece que viu um fantasma! Vamos acabar logo com isso – falou alguém atrás de mim.
Ele chacoalhou a cabeça, como se quisesse dissipar a imagem que estava ali, na sua frente, depois suspirou fundo e veio na minha direção. Eu estava ajoelhado, com as mãos para trás, pensando que teria, ainda, alguma chance, mas ele foi rápido, apenas disse, olhando e apontando a arma no seu peito:
– É, vamos acabar logo com isso.
A surpresa. Um estampido. O pânico.
A dor. A escuridão. (...)